• Moçambique lança plataforma para autoavaliação de risco de contágio de COVID-19


    O Ministério da Saúde de Moçambique lançou hoje uma plataforma "online" para autoavaliação de risco de contaminação pelo coronavírus que provada a doença covid-19, uma iniciativa que vai facilitar a identificação de zonas de propagação no país.

    “Trata-se de uma plataforma para avaliação de risco para cada pessoa e que pode ser usada através do telemóvel”, disse Rosa Marlene, diretora nacional de Saúde Pública, durante a conferência de imprensa de atualização de dados sobre a Covid-19 no país.

    Os dados que forem recolhidos através da plataforma vão servir para que as autoridades identifiquem as zonas de risco de propagação no país, o que poderá melhorar a capacidade de resposta, explicou o Ministério da Saúde.

    “Os usuários desta plataforma serão acompanhados pelos profissionais de saúde sem precisar sair de casa”, afirmou Rosa Marlene. Além da plataforma de autoavaliação de risco, há outras plataformas informativas sobre a covid-19 que estão a ser adotadas pelo Governo moçambicano.

    Nas últimas 24 horas, Moçambique testou 14 pessoas suspeitas, mas não registou casos novos. Na sexta-feira, o Ministério da Saúde anunciou a subida de 17 para 20 dos casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, desse total de 20 casos registados desde o primeiro caso no país, a 11 de março, 12 são de transmissão local e oito são importados.

    Os três novos casos resultaram de uma investigação sobre as ramificações de um caso de infeção, anunciado em 02 de abril, descoberto em Afungi, Cabo Delgado, na área do projeto para a exploração de gás no Norte de Moçambique liderado pela francesa Total.

    As autoridades moçambicanas identificaram 66 pessoas que tiveram contato com o primeiro caso de Afungi, dos quais 64 do meio profissional do indivíduo, mas ainda decorrem ações para a identificação dos contatos dos três novos casos.

    Moçambique vive em estado de emergência durante todo o mês de abril, com espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos e de aglomerações. Durante o mesmo período, as escolas estão encerradas e a emissão de vistos para entrar no país está suspensa.

    Na África, há registo de 693 mortos pela covid-19, num universo de mais de 12.973 pessoas contagiadas pelo novo coronavírus em 52 países. O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 100 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

    Dos casos de infeção, mais de 335 mil são considerados curados. Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

    Fonte: África 21
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    SAIBA COMO AJUDAR

    Clique no link ao lado e confira com mais detalhes como você pode ajudar a Agência Missionária de Assistência Social a divulgar o Evangelho de Jesus Cristo e ajudar as famílias nas Aldeias da África.

    ENDEREÇO

    Rua José Bem-Vindo da Rosa, nº 174, Campos dos Goytacazes/RJ

    EMAIL

    projetoamas@hotmail.com
    projetoamasoficial@gmail.com

    CELULAR

    +55 22 99736-3130

    ORGANIZADORES

    Ezequias Samuel,
    Felipe Samuel,
    Cassiane Rosa,