• Moçambique é o país da África Lusófona com mais casos de Covid-19


    Em Moçambique, os casos confirmados positivos para a doença de coronavírus (COVID-19) aumentaram para um total de dez (10), anunciou o Ministério da Saúde de Moçambique, com mais dois (2) casos confirmados em nas últimas 24 horas.

    Ao anunciar a visão geral da situação no país em uma conferência de imprensa em Maputo, a Diretora Nacional de Saúde Pública, Dra. Rosa Marlene, afirmou que “dos dez (10) casos confirmados, nove (9) são importados e um (1) é uma transmissão local. Todos os pacientes estão em quarentena em casa, sendo acompanhados pelas equipes médicas. ”

    Os dois testes positivos foram realizados no exterior. Nas últimas 24 horas, o Laboratório de Virologia do Instituto Nacional de Saúde Pública realizou 17 testes para o COVID-19 e todos tiveram resultados negativos. O Laboratório de Virologia faz parte da rede de laboratórios da Organização Mundial da Saúde (OMS) que podem realizar testes de infecções respiratórias virais.

    O Presidente Filipe Nyusi promulgou no dia primeiro de abril, a lei que ratifica o decreto presidencial de instalação de um Estado de Emergência em Moçambique, que durará um período de 30 dias, entrando em vigor às 0h00 de 1º de abril em todo o território nacional. Seu período de duração pode ser estendido, se necessário.

    A Lei que ratifica o Decreto Presidencial sobre o Estado de Emergência em Moçambique foi aprovada pela Assembleia da República, Parlamento Moçambicano, em 31 de março de 2020. Entre várias medidas, a lei reforça a quarentena de 14 dias em casa para todas as pessoas que têm viajou recentemente para o exterior, para aqueles que chegam a Moçambique e para todas as pessoas que tiveram contato direto com casos positivos de COVID-19.

    Esta lei também proíbe a realização de eventos públicos e privados, como cultos religiosos, atividades culturais ou recreativas, atividades esportivas, políticas, associativas ou turísticas, entre outras. Exceção será concedida para questões urgentes do Estado ou sociais, como funerais e, em todos os casos, devem ser observadas as medidas anunciadas pelas autoridades de saúde.

    Embora ainda haja muito a aprender sobre o COVID-19, as pessoas podem tomar medidas para prevenir a doença por meio de medidas simples e diárias. Isso inclui lavar as mãos regularmente com água e sabão; tossir em um tecido ou cotovelo dobrado, certificando-se de descartar o tecido com segurança depois; manter uma distância social de pelo menos um metro, principalmente se a pessoa estiver tossindo; evitando tocar nos olhos, nariz e boca; e procurar atendimento médico cedo se uma pessoa desenvolver febre ou tosse.

    Fonte ReliefWeb
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    SAIBA COMO AJUDAR

    Clique no link ao lado e confira com mais detalhes como você pode ajudar a Agência Missionária de Assistência Social a divulgar o Evangelho de Jesus Cristo e ajudar as famílias nas Aldeias da África.

    ENDEREÇO

    Rua José Bem-Vindo da Rosa, nº 174, Campos dos Goytacazes/RJ

    EMAIL

    projetoamas@hotmail.com
    projetoamasoficial@gmail.com

    CELULAR

    +55 22 99736-3130

    ORGANIZADORES

    Ezequias Samuel,
    Felipe Samuel,
    Cassiane Rosa,