Cultos são proibidos em Moçambique em virtude do novo coronavírus

Cultos são proibidos em Moçambique em virtude do novo coronavírus


O Irmão Gonçalo (primeiro da direita para a esquerda), responsável pelo Projeto Amas na África enviou um áudio para nós no dia primeiro de Abril comentando como está a situação em Moçambique e as medidas tomadas, dentre elas a quarentena, depois dos primeiros casos do novo coronavírus confirmados no país. Ao todo, 10 pessoas testaram positivo para o Covid-19.

Confira a seguir o relato de nosso irmão: "Estamos bem aqui graças a Deus. Estamos tomando todas as medidas possíveis para prevenir essa pandemia. Aqui o presidente declarou o Estado de Emergência, encerrando as aulas por 40 dias além de outras atividades, incluindo a proibição de cultos."

"A nossa última reunião foi nesta quarta-feira quando oramos e estudamos a Palavra, além de traçarmos estratégias de como conseguiremos sobreviver durante esse período de proibição. Cremos que tudo irá voltar ao normal, mas precisamos sobreviver e permanecer unidos e sempre avantes na obra de Deus" nos informou Gonçalo.